Laranjinha Kinkan

As minhas estão começando amadurecer no pé que não tem mais de 1 metro de altura. É a primeira “safra” dessa frutinha deliciosa, de uma variação pouco conhecida. A minha Laranjinha Kinkan, diferente das encontradas em São Paulo, é mais doce e menos azeda, com a casca comestível igualmente macia.
laranja laranjinha kinkan xinxim
Vou preparar algumas receitas com essa fruta, como as Codornas em redução de Kinkan, por exemplo. Mas dificilmente farei a geléia esse ano. De qualquer forma, vale esperar pelas receitas salgadas em que usarei essa adorável frutinha.
laranja laranjinha kinkan xinxim

Xinxim

Aqui em Santa Catarina não conheci alguém que soubesse o que é Kinkan, mas Xinxim todos sabem o que é. O que pouca gente sabe em qualquer lugar é que a Laranjinha Kinkan não é uma planta do gênero citros como a laranja e o limão, mas do gênero fortunella, sendo seu nome fortunella margarita. Logo ela não é uma laranja, como carinhosamente é chamada no sudeste
laranja laranjinha kinkan xinxim

feed de receitasreceitas no emailreceitas no twitter

6 responses to this post.

  1. Ahh, quando eu era pequena pulava o quintal de uma senhora que tinha um pé dessas laranjinhas, até que um dia ela me pegou no flagrante! eu achando que ela ia brigar comigo, mas ela disse ” vem aki filha, tem um monte dentro de um saco que eu já colhi”.. bons tempos

    Responder

  2. Posted by Leônidas Reis on 19/05/2011 at 13:30

    Ótimo post!
    As laranjinhas Kinkans são ótimas…
    Lembro que na minha infância ninguém dava valor a ela, era só eu que gostava.
    No máximo que as pessoas faziam era colocar de molho na cachaça, deixar ‘curtir’ e depois beber!

    Abraços

    Responder

  3. Posted by Heike on 26/05/2011 at 10:57

    E dá uma das melhores geleias; sou fã.

    Responder

  4. Sou fissurada em kinkan, mas é difícil achar uma que seja docinha, e com a casca macia, quanto tempo tem a sua ??
    Estou pensando em comprar um pézinho, será que ela vai bem em Sampa ??

    Bjus 1000
    Adorei o blog !!!

    Responder

  5. […] É a primeira “safra” dessa frutinha deliciosa, de uma variação pouco conhecida. A minha Laranjinha Kinkan, diferente das encontradas em São Paulo, é mais doce e menos azeda, com a casca comestível […]

    Responder

  6. Posted by Luiz Roberto R.Filgueiras on 22/01/2013 at 10:42

    onde posso encontrar as sementes para eu plantar num vaso ? gratos

    Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: