Molho de Tomate

Não tem coisa que me faça sentir-me mais cozinheiro do que preparar molho de tomate. Claro que também uso molhos industrializados, já que existem alguns muito bons nos armazéns e mercados. Mas ainda não encontrei um que pudesse ser comparado com justiça a um molho caseiro feito com bons tomates, algum tempo e muito amor.molho tomate italiano caseiro

Não consigo lembrar quantas vezes nos reunimos na casa da minha irmã, quando ambos morávamos em São Paulo, para preparar litros e mais litros de molho de tomate que dividíamos entre nós. Passávamos semanas usando somente molho caseiro que era mantido congelado em porções de diversos tamanhos. A bagunça começava à tarde no CEAGESP onde comprávamos uma caixa inteira de tomates tipo italiano e lindos maços de salsinha e manjericão. Era fácil aproveitar pra comer dois pastel e um chopps. Depois passávamos a noite preparando o molho e tomando vinho, fazendo nhoque no meio de tudo isso. molho tomate italiano caseiro

Mas qual a nossa receita? Na maioria das vezes encontramos ótimas receitas que utilizam tomates sem pele e sem sementes que fazem ótimos molhos, mas a nossa é diferente. A nossa receita é igualmente saborosa e bem mais simples, além de fazer um molho mais nutritivo, pois não descartamos a pele e as sementes. Ao final do texto eu explico por que, não deixe de ler.

Molho de Tomate Caseiro

Ingredientes
(faz entre 2 e 2,5 litros)

3kg de tomates tipo italianos
500 ml de água
2 colheres de manteiga (usei manteiga clarificada)
1 colher de sopa de sal
1 colher de café de açúcar
1 colher de café de cominho
6 dentes de alho (menos se forem grandes e mais se forem miúdos)
2 cebolas roxas pequenas
1 punhado de salsinha
1 punhado de manjericão
4 ou 5 folhas de louro
Pimenta do reino moída na hora (usei rosa, reino preta, branca e jamaica)

Modo de fazer

Numa panela grande coloque a cebola bem picada para refogar na manteiga em fogo baixo até que fiquem translucidas, mas sem dourar. Adicione o alho amassado para que amacie em fogo baixo.

Enquanto isso, corte os tomates em 4 no sentido do comprimento e retire a marte mais branca do seu miolo e o olho, que é onde ele ficava preso ao pé.

Leve o tomate aos poucos no liquidificador, bata primeiro 1 ou 2 pedaços para formar liquido e facilitar o trabalho ao colocar mais tomates. É bem provável que você precise levar os tomates ao liquidificador em 2 etapas. Os tomates devem ser pouco batidos, de forma que se despedacem, mas que não fiquem totalmente líquidos. Ele precisa ficar como na foto.
molho tomate italiano caseiro
Conforme for batendo os tomates, provavelmente em etapas se estiver fazendo a quantidade dessa receita, já pode ir levando à panela onde a cebola e o alho foram refogados na manteiga. Eu gosto de colocar 2/3 da salsinha com os talos e 2/3 do manjericão para bater junto do tomate.

Agora adicione o 500ml de água, sal, açúcar, pimentas, cominhos e o louro. Assim que ferver, baixe o fogo e deixe cozinhar por pelo menos 1 hora. Corrija os temperos ao seu gosto e verifique se os tomates estão desmanchados ou na consistência que você gosta para o molho. Eu gosto de pequenos pedaços macios de tomates, por isso bato pouco no liquidificador e cozinho com 1 litro de água. Antes de servir salpique com o restante da salsinha picada e as folhas de manjericão.

Velho Truque Índio

Fazer molho de tomates em casa é algo muito simples e com exceção das dicas saudáveis que você pode encontrar aí embaixo, eu diria para você maneirar nos temperos, em especial se você estiver fazendo uma quantidade maior para guardar e usar em outros pratos depois. Fazendo isso você poderá temperar seu molho da maneira mais adequada ao prato que for preparar. Veja o exemplo desse texto onde o molho de tomate foi base para o molho com linguiças apimentadas servido com linguine. Não preciso dizer que como a linguiça era apimentada o molho quase não pediu pimenta. Outra dica é não engrossá-lo tanto, deixe para fazer isso quando for usá-lo. No meu caso usei 2 colheres de nata que o deixou com uma maravilhosa textura aveludada.
molho tomate italiano caseiro

Tomate e o Câncer de Próstata

O licopeno, um pigmento contido em grandes quantidades na casca dos tomates tem efeito anticancerígeno comprovado na prevenção dos cânceres de próstata, pâncreas, pulmão e cólon. Esse carotenóide é um super antioxidante que neutraliza radicais livres protege o organismo e estimula funções do sistema imunológico.

Claro que isso tudo não é a maior das novidades. Mas então onde está a grande sacada? Acontece que a absorção do licopeno é muito maior exatamente no molho de tomate, pois quando o tomate passa pela cocção acontece a quebra nas suas pareces celulares tornando mais fácil acessar o licopeno contido na casca, aumentando a sua biodisponibilidade. Diga se não é uma ótima notícia. Vale lembrar que quando usamos vegetais com casca eles merecem cuidados higiênicos redobrados.

Tomate e as Doenças Cardiovasculares

Cientistas japoneses descobriram um ácido graxo que interfere diretamente com a dislipidemia, que é causada por níveis elevados de lipídios como o colesterol e outras gorduras na corrente sanguínea. A dislipidemia pode levar a doenças vasculares como arteriosclerose e cirrose. E adivinhem onde encontraram o tal ácido graxo? Exatamente na membrana que recobre as sementes do tomate.

A conclusão mais óbvia é que manter o equilíbrio e evitar exageros na alimentação continua sendo uma ótima maneira de cuidar da saúde, e que tomates com pele e sementes nos trás grandes vantagem nutricionais.

feed de receitasreceitas no emailreceitas no twitter

22 responses to this post.

  1. Nossa que maravilha! Amei, parabéns pelo post! Bjs e um super fds!!!

    Responder

  2. Adoro molho de tomate cara, inclusive essa semana teve um dia 29, e eu fiz para o Gnocchi da fortuna aqui em casa!
    A diferença pra minha receita é que não passo pelo liquidificador, pois não gosto muito daquele aspecto que fica de alaranjado, então eu pico os tomates bem pequenos (pequenos mesmo) e deixo o calor fazer esse serviço dentro da panela!

    Abração cara!
    Muito bom o post, boas informações!

    Responder

    • Olá Nícolas,
      Para quantidades menores eu tb faço como você, à ponta de faca. Mas você reparou que o molho que passou pelo liquidificador acaba ficando bem vermelho? O alaranjado se transforma com o calor e o molho fica lindo.
      Abraços e obrigado pelo comentário🙂

      Responder

  3. Uma aula sobre molho de tomates!!!!!!! Aprendi até onde fica o olho do danado, rs. Gosto do meu molho bem pedaçudo e preparo mais ou menos como você, exceto pela parte do liquidificador — gosto de sofrer e vou cortando na faca, rs. Mas nunca pensei em congelar. Quem sabe da próxima vez.

    Responder

    • Olá Karina,
      É verdade, molho bem pedaçudo é bem bom, rss. Esse que eu mostrei sempre uso com base, dependenddo do uso, posso colocar tomates em pedaços e cozinhar um pouco mais. Hoje, por exemplo, usei no molho do Ravioli. Em quantidades menores eu tb não uso liquidificador, só pico bem pequeno.
      Abraços, seja bem vinda e obrigado pelo comentário🙂

      Responder

      • Que tipo de recipiente vc usa para congelar o molho? E, por falar em ravióli, depois quero ver a receita… não sou de preparar massa em casa, mas deu vontade.

  4. Karina,
    Eu gongelo em vidros como os de azeitonas. Eu os levo ao freezer abertos e na temperatura mais baixa possível para que o molho começe a congelar de baixo para cima, se não for assim os vidros extouram com a expansão do molho.

    Responder

  5. Posted by Patricia on 03/04/2011 at 21:10

    que delícia! Também prefiro fazer o molho de tomate. Fica muito mais saboroso e pessoal. =)

    Responder

  6. Posted by Alessandra on 03/04/2011 at 21:44

    Olá! Passei para conhecer o blog e simplesmente adorei o que vi. Tb tenho blog de culinária, o http://www.pilotandoumfogao.wordpress.com e fiz o blog porque adoro fazer comidinhas simples e com gostinho bem caseiro. Tb cultivo alguns temperos e ervas em casa e acho que não existe nada melhor do que a comida caseira, feita com amor e dedicação.
    Voltarei para novas visitas.

    Responder

  7. Posted by Régis (Reginaldo Bueno) on 04/04/2011 at 11:45

    Amigo Josa…. adorei!!!
    Umas das primeiras coisas que me atreví na cozinha foi justamente fazendo molho de tomate…. é o “Ragú simplice à napolitana” como a receita do livro do Sílvio Lancelotti… Daí eu não parei mais…
    Você está cheio de razões quando fala do molho simples no carregamento do tempero…
    Super abraço

    Responder

  8. Régis,
    Sou apaixonado por Ragú, rss. Pode ser de frango, pode ser de carne vermelha… acho maravilhoso. Logo vou colocar algumas receitinhas pessoais🙂
    Abraços, seja bem vindo e obrigado pelo comentário

    Responder

  9. Eu amo molho de tomate! Amo incondicionalmente. Parabéns pelo post, está ótimo e lindo e apetitoso e aromático…rs. Abração para vcs!

    Responder

  10. […] tiver, empreste algumas dos seus amigos, rss). Ensine como preparar a massa de pizza, talvez use um molho de tomate que eles também te ajudaram a fazer, incentive-os a criar, preste atenção em seus comentários, […]

    Responder

  11. […] dedos e terá uma salsinha super cheirosa e fininha como daqueles restaurantes bacanas. E se usar Molho de Tomate Caseiro ela ficará ainda […]

    Responder

  12. […] que possa ser bem aquecida dentro do forno e assar as suas pizzas sobre ela. Lembre que se usar Molho de Tomate Caseiro nas suas pizzas o resultado final será sempre muito […]

    Responder

  13. Josa, estava ávido em fazer uma pizza e resolvi entrar no Banco e Balcão, claro que encontrei. E também encontrei esta receita e molho de tomates. Já fiz várias, muitas também ótimas, e a sua é uma delas. Parabéns! Abraços!
    Vicente

    Responder

  14. Adorei, vou fazer a massa de pizza, o molho é muito parecido com o que faço , só não coloco o louro , mas uso manjericão e cebolinha verde e um pouco do orégano.Quando estou com pressa para fazer o molho rapidinho corto os tomates ao meio e ralo *parte grossa do ralo) até chegar na casca o ,molho fica pronto rapidinho.
    Obrigada pelas dicas legais!
    beijão

    Laudice Rocha

    Responder

  15. […] que li este post do Banco & Balcão não consigo pensar em outra coisa, preciso preparar molho de tomate em grande quantidade, para […]

    Responder

  16. […] que li este post do Banco & Balcão não consigo pensar em outra coisa, preciso preparar molho de tomate em grande quantidade, para […]

    Responder

  17. Posted by Lucilene on 21/07/2014 at 21:27

    q demais, kkkk me sinto mto cozinheira qdo faço pao, mas molho de tomate já é coisa de chef, Josa me diz uma coisa, eu sempre tenho pressa, costumo cortar o tomate bem pequeno e “derreto” no microondas, comprometeria o resultado (com esse adianto) para eu fazer seu molho ?? muitio tks!

    Responder

  18. Posted by Maria de Fátima Pretti on 09/09/2014 at 18:39

    Obrigada por compartilhar sua receita de molho. Tenho a da minha nonna, q faço sempre, porém, ultimamente, o tom alaranjado estava me incomodando…Tentarei deixar cozinhando um tanto mais ,
    após liquidificar, como vc mencionou em dos comentários acima. Ótima dica!!

    Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s